Clique para a página principal

Re: Re: Aldir Blanc - Coluna Carta Brasílis

Lista de discussão sobre samba e choro, estilos musicais brasileiros.
 Página principal » Tribuna Livre » Arquivo das mensagens » Indice mensal
Nova mensagem Responder Mensagens por data Mensagens por discussão Mensagens por assunto Mensagens por autor

Autor: marioatleticomineiro (marioatleticomineiro_at_uol.com.br)
Data: Dom 21 Set 2003 - 03:59:19 BRT

Caro Fernando,

meu conhecimento de poesia está ligado a própria vida.
Respiro literatura desde que nasci. Não sei se poderia abrir
portas. Seria pretenção minha.

Acontece que meu conhecimento é empírico. Convivendo com os
escritores que viviam na casa de meu avô, ou ouvindo
histórias sobre os mesmos.
Quando eu era criança ouvia a minha avó dizer assim:

- Joãozinho morreu cedo.

Vó repetiu essa frase muitas vezes. Alguns anos depois foi
que minha mãe comentou que o Joãozinho a que minha vó se
referia era nada mais nada menos que João Guimarães Rosa.
Guimarães Rosa tomava cafezinho lá em casa. Além dele Cicília
Meireles, Manuel Bandeira, Mário de Andrade. Estes antes deu
me conhecer por gente.
Depois convivi com Carlos Drummond de Andrade. Saíamos
juntos. Carlos Drummond me levou ao Sabadóile em Ipanema
quando eu tinha 14 anos.
Portanto aprendi um pouquinho pelo próprio ambiente que me
forjei.

Abraço, Mário.

> OK, talvez eu tenha sido um pouco brusco, se fui me desculpe
.
> Mas eu faço diferença entre "poesia", sentimento ocasionado
por uma
> contemplação estética, e "poema", forma literária estritamen
te calcada nesta
> útlima. Não aprecio quando alguém chama um "poema" de "poesi
a", por isso
> minha peremptoriedade, OK?
> Quanto a discordarmos nas definições, tudo bem, sem grilos (
provavelmente eu
> consideraria a sua definição equivocada, também). Einstein e
 Heisenberg
> também discordavam (olha que pérola da megalomania este exem
plo,
> hein?:-PPPPPPP).
> Um abraço,
> Fernando Toledo
> P.S.: A definição do Álvaro Lins (o maior crítico da Históri
a das Letras do
> Brasil) é muito semelhante à minha, por sinal. Sugiro a leit
ura (sem ser
> pernóstico, vide que você gostou do fato de eu ter "aberto d
eterminada
> porta") de "O Quadrante e o Relógio e "Os Mortos de Sobreca
saca", dois
> livros absolutamente obrigatórios para se compreender a Lite
ratura do século
> XX (entre outros séculos). Quanto a abrir portas, as mesmas
serão
> bem-vindas, caso apreciasse sugerir.
>
>

 

---
Acabe com aquelas janelinhas que pulam na sua tela.
AntiPop-up UOL - É grátis! 
http://antipopup.uol.com.br

_______________________________________________ Para CANCELAR sua assinatura: http://www.samba-choro.com.br/tribuna/cancela Para ASSINAR esta lista: http://www.samba-choro.com.br/tribuna/assina Antes de escrever, leia as regras de ETIQUETA: http://www.samba-choro.com.br/tribuna/netiqueta

Nova mensagem Responder Mensagens por data Mensagens por discussão Mensagens por assunto Mensagens por autor

Este arquivo foi gerado por hypermail 2.1.4 : Dom 21 Set 2003 - 03:59:26 BRT