Clique para a página principal

Re: Re: Re: Bolerento? era Zé da Velha etc.

Lista de discussão sobre samba e choro, estilos musicais brasileiros.
 Página principal » Tribuna Livre » Arquivo das mensagens » Indice mensal
Nova mensagem Responder Mensagens por data Mensagens por discussão Mensagens por assunto Mensagens por autor

Autor: VValdemar Pavan (wpavan_at_uol.com.br)
Data: Qui 04 Set 2003 - 16:19:47 BRT

Pode ser espinafrada escrita em 2002 ou tem que ser atual? Dedico estas
sinceras e bem traçadas espinafradas aos cupins do jornalismo provinciano
que andaram dizendo que só se fala de música na TSC quando eu não estou
aqui, tsk, abaixo as espinafradas de 2002 para o amontoado sequêncial de
besteirinhas que compõe Catavento e Girassol :

http://www.samba-choro.com.br/s-c/tribuna/samba-choro.0205/0285.html
http://www.samba-choro.com.br/s-c/tribuna/samba-choro.0205/0471.html
http://www.samba-choro.com.br/s-c/tribuna/samba-choro.0205/0480.htm

Menga ano passado, esse ano até parece riplei.

http://www.samba-choro.com.br/s-c/tribuna/samba-choro.0205/0357.html

VV

Original Message From: "everaldo.fersil"

Sambas mais recentes do Aldir para espinafrá-lo? Que tal este?

Catavento e Girassol

Música: Guinga
Letra: Aldir Blanc

Meu catavento tem dentro
o que há do lado de fora
do teu girassol.
Entre o escancaro e o contido,
eu te pedi sustenido
e você riu bemol.
Você só pensa no espaço,
eu exigi duração...
Eu sou um gato de subúrbio
você é litorânea.
Quando eu respeito os sinais,
vejo você de patins
vindo na contramão
mas quando ataco de macho
você se faz de capacho
e não quer confusão.
Nenhum dos dois se entrega.
Nós não ouvimos conselho:
eu sou você que se vai
no sumidouro do espelho.

Eu sou do Engenho de Dentro
e você vive no vento do Arpoador.
Eu tenho um jeito arredio
e você é expansiva
- o inseto e a flor.
Um torce pra Mia Farrow,
o outro é Woody Allen...
Quando assovio uma seresta
você dança havaiana.

Eu vou de tênis e jeans,
encontro você demais
- scarpin, soirée.
Quando o pau quebra na esquina,
você ataca de fina
e me ofende em inglês
é fuck you, bate-bronha...
e ninguém mete o bedelho,
você sou eu que me vou
no sumidouro do espelho.

A paz é feita no motel
de alma lavada e passada
pra descobrir logo depois
que não serviu pra nada.
Nos dias de Carnaval
aumentam os desenganos:
você vai pra Parati
e eu pro Cacique de Ramos.

Meu catavento tem dentro
o vento escancarado do Arpoador.
Teu girassol tem o escondido
do Engenho de Dentro da flor.
Eu sinto muita saudade,
você é contemporânea,
eu penso em tudo quanto faço,
você é tão espontânea.

Sei que um depende do outro,
só pra ser diferente,
pra se completar
Sei que um se afasta do outro,
no sufoco, somente pra se aproximar.
Cê tem um jeito verde de ser
e eu sou meio vermelho
mas os dois juntos se vão
no sumidouro no espelho.

Acho meio difícil detonar este samba. Mas manda bala,
Waldemar! Tô curioso. Na boa...

Abraço,
Everaldo

---
Acabe com aquelas janelinhas que pulam na sua tela.
AntiPop-up UOL - É grátis!
http://antipopup.uol.com.br

_______________________________________________ Para CANCELAR sua assinatura: http://www.samba-choro.com.br/tribuna/cancela Para ASSINAR esta lista: http://www.samba-choro.com.br/tribuna/assina Antes de escrever, leia as regras de ETIQUETA: http://www.samba-choro.com.br/tribuna/netiqueta

Nova mensagem Responder Mensagens por data Mensagens por discussão Mensagens por assunto Mensagens por autor

Este arquivo foi gerado por hypermail 2.1.4 : Qui 04 Set 2003 - 16:26:44 BRT