Clique para a página principal

Re: D Edith do prato

Lista de discussão sobre samba e choro, estilos musicais brasileiros.
 Página principal > Tribuna Livre > Arquivo das mensagens > Indice mensal
Nova mensagem Responder Mensagens por data Mensagens por discussão Mensagens por assunto Mensagens por autor

pl_PL: Lourival Augusto (laugustos_at_ig.com.br)
Data: ter 21 jan 2003 - 23:15:20 EDT

Olá pessoal!

Ainda não ouvi o CD da Dona Edith do Prato. Conheço um pouco da sua história
desde quando Caetano Veloso a lançou (como uma curiosidade) em seu disco
altamente experimental, e até hoje o maior fracasso de rejeição,
público-crítica, que foi o ARAÇÁ AZUL. Nesse disco para quem não sabe, ou
não se lembra, Dona Edith fazia algumas incursões pontuais em um medley de
sambas de roda do recõncavo, se acompanhando, fazendo o ritmo com uma faca
raspando um prato (daí seu apelido ...do PRATO, como era conhecida em Santo
Amaro da Purificação). De lá para cá nunca mais se ouviu falar em Dona
Edith, alguns anos depois o Roberto Mendes repetiu Caetano (embora num disco
bem mais pé no chão...não lembro o título agora) levando Dona Edith de volta
a um estúdio de gravação. Não sei se baseado no valor artístico da
sambista-cantadeira, ou querendo dessa forma,...hum...digamos, homenagear /
reproduzir o que Caetano fez na década de 70.
Quando se compara que Cartola levou muitos anos para chegar ao disco, e se
faz um paralelo com a D. Edith do Prato, eu não vejo o que comparar, a não
ser a idade em que ambos chegaram a um disco solo, apenas isso. Pelo que me
consta D. Edith não compõe nada . Nada contra a D. Edith, louvo a sua
persistência e sua memória esplêndida como mantenedora de um legado de
tradições e tradições do samba de roda baiano. Como ela há (ou havia?)
dezenas de outras ediths no recôncavo que animam (ou animavam?) os sambas de
roda, no mesmo estilo, inclusive com o detalhe do prato fazendo o ritmo. Eu
que nasci e vivi minha infãncia no recôncavo vi muitas dessas
sambistas-cantadeiras. Pois é, não há como comparar o genial criador Cartola
com a Dona Edith, embora ela mereça todo o incentivo por guardar essa
tradição da exuberante região do recõncavo baiano, exportador das matrizes
do moderno samba brasileiro.
Abs
Lourival Augusto
Salvador-Ba
_____________________________________________________________
Para CANCELAR sua assinatura:
        http://www.samba-choro.com.br/tribuna/cancela
Para ASSINAR esta lista:
        http://www.samba-choro.com.br/tribuna/assina
Antes de escrever, leia as regras de ETIQUETA:
        http://www.samba-choro.com.br/tribuna/netiqueta

Nova mensagem Responder Mensagens por data Mensagens por discussão Mensagens por assunto Mensagens por autor

Este arquivo foi gerado por hypermail 2.1.4 : qua 22 jan 2003 - 21:07:28 EDT