Clique para a página principal

"Re: Bola dentro - Bola fora?

Lista de discussão sobre samba e choro, estilos musicais brasileiros.
 Página principal > Tribuna Livre > Arquivo das mensagens > Indice mensal
Nova mensagem Responder Mensagens por data Mensagens por discussão Mensagens por assunto Mensagens por autor

pl_PL: Fernando Toledo (fernandotoledo_at_hobeco.net)
Data: ter 07 jan 2003 - 12:31:42 EDT

Rômulo:

> Porra, Carlos, o Mainardi é um sujeito cretino que quer aparecer sendo uma
> espécie de sub, do sub, do sub do sub do Paulo Francis (para usar uma
> expressão em voga);-))
>
> Mas o assunto é o Gil, deste ninguém ainda falou nada...será que é tudo
> mentira do Mainardi, ou será que o Gil é um cretino desse naipe mesmo?
> ROmulo

Eu:
Romulinho, meu filho, colo aqui embaixo a mensagem do Ricardo de ontem:
"Na verdade em todos os concertos de música popular, como todos nós
sabemos, há um àrea reservada a convidados (parentes, amigos, tietes,
executivos da gravadora e respectivos amigos, amigos dos amigos e,
claro, imprensa). Chamar àrea de convidados de àrea VIP é coisa de
jeca, penso eu. De resto esta àrea de convidados geralmente dispoe de
mordomias não acessíveis aos pobres mortais (come-e-bebes,
proximidade do palco e das "estrelas", etc.). Ah sim, óbvio,
convidados não pagam (ou alguém cobra de seus amigos quando os
convida para uma cerveja?).

Querer criar um caso porque em um concerto particular se reproduz
algo (uma àrea para convidados com mordomias) que é comum a todos os
concertos não é pertinente: é estupidez. Até onde sei, por exemplo,
os ensaios e shows do Timbalada, para ficar num exemplo de comunidade
pobre com apoio de personalidade conhecida (Carlinhos Brown),
semelhante ao que fez Gil e independentemente da qualidade musical, é
exatamente assim: àrea de convidados coberta e platéia ao sabor dos
humores de São Pedro.

Fato é que Gil, como muitíssimo bem indicado pelo NYT, está sendo
vítima de preconceitos regionais ("Eu vim da Bahia") e raciais. É
impressionante a má vontade da imprensa brasileira para com ele: no
dia das posses dos ministros Gil fez um discurso excelente, mas deu
primeira página no JT não por isso mas sim com foto dele supostamente
cochilando na posse do Pallocci e título "Ministro do sono".

Isto É reproduz charge do jornal O Dia chamando-o de "ministro
tererê".

Gil foi à escolas de samba neste final de semana conhecer e confirmar
continuidade a projetos aos meus olhos pertinentes, fazendo
declarações idem, mas o Estadão online preferiu destacar que ele
estava "flutuando" por ter tomado um chope, isso sobre foto dele
sambando (aliás, não é admirável um ministro que saiba sambar?) a
pedido dos fotógrafos.

Não bastassem os preconceitos raciais e regionais vem ainda os pseudo-
ideológicos do PT, partido admirável mas que historicamente não é
acostumado a coligações, não está acostumado a "dividir o osso", e
vêm com pseudo-críticas para esconder o fisiologismo (talvez até
justificável). É a mesma situação por que passou outro partido
admirável, o Verde alemão, quando há 4
nos chegou ao poder em coligação sem nenhum traquejo para isso. Vamos
ver como se desenvolve o PT nesta experiência,
esperando que o PT se desfigure menos que os Verdes no poder, mas que
a exemplo dos Verdes consiga reformas admiráveis.

Por tudo isso me entusiasmo a cada dia mais com o ministério do Gil,
e me arrisco a dizer que uma eventual boa administração de
sua parte sería mais importante para o país como nação do que
duplicar o superávit comercial ou reduzir à metade o "risco-brasil".
Um preto baiano, de fora do PT, flutuante como o câmbio (e às vezes
bêbado como este) vencendo a mediocridade e o racismo.

Por fim: dizer que não importa de onde vêm os argumentos é uma
falácia total. Nenhuma idéia cai do ou é publicada no espaço sideral.
É pertinente, mais: imprescendível, "ler" quem e onde se publicam
tais e quais idéias (ou falta delas).
Se abster desse embasamento crítico é o mesmo que se locupletar
total, aliás algo típico dos escriventes, leitores e - pior -
admiradores da revistinha Veja e de seus articulistas."

Tá vendo, alguém respondeu. Minha posição quanto ao Gil eu também já
explicitei: vou esperar para avaliar, ele ainda não realizou nada,
efetivamente, ainda não deu tempo. Pagar para ver eu já paguei, agora vou
esperar.
Quanto ao Mainardi ter mentido ou não, colo aqui mensagem minha:

"A questão não é se recusar a ler pura a simplesmente porque se trata de
fulano ou sicrano: é se questionar o quanto de ranço e manipulação estão
contidos nos comentários do fulano ou do sicrano e o quanto realmente se
deu. E qual a significâncias do que se deu, em contraponto com a que lhe é
atribuída pelo articulista. Como disse, qual o teor do vidro com que se
mira.
Por exemplo, a narração de um jogo de futebol por um locutor de má vontade e
sem o menor conhecimento do que seja o futebol:
"O neguinho magrinho dá um chute na bola para um magrelo baixinho, que fica
uns segundos na frente de um negão feio pra chuchu como se estivesse
dançando, passando a bola de um pé para o outro, dá um chute, a bola passa
(que coisa mais escrota) embaixo das pernas do negão. Por que ele não deu a
bola pro negão? Ele é muito mal-educado, ouvintes! Agora ele chuta a bola na
direção de um retângulo formado por três paus e a grama do chão, um magrão
pula, tenta pegar a bola com as mãos, e cai, sem conseguir. Todo mundo
começa a gritar, não sei por que. O magrão pega a bola no fundo do
retângulo, e em vez de ficar com ela para ele (já que se esforçou tanto
tentando pegá-la) chuta de novo para um amarelinho no meio do campo. Vocês
conseguem, caros ouvintes, imaginar algo mais despropositado e absurdo?".
Fui claro ou querem mais exemplos?"

Como você pode observar, existem formas de se transmitir um acontecimento de
maneira truncada sem, necessariamente, mentir.

É isso aí.
Um abraço,
Fernando Toledo
_____________________________________________________________
Para CANCELAR sua assinatura:
        http://www.samba-choro.com.br/tribuna/cancela
Para ASSINAR esta lista:
        http://www.samba-choro.com.br/tribuna/assina
Antes de escrever, leia as regras de ETIQUETA:
        http://www.samba-choro.com.br/tribuna/netiqueta

Nova mensagem Responder Mensagens por data Mensagens por discussão Mensagens por assunto Mensagens por autor

Este arquivo foi gerado por hypermail 2.1.4 : ter 07 jan 2003 - 12:30:00 EDT